Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

Insólitos Escolares

 

 

Se estão à espera que eu fale daquela cena da prof. E dos impropérios despejados naquela aula, sob o pretexto de ser uma “aula” de educação sexual, desenganem-se.

 

O meu insólito é muuuuito mais giro! Era dia de aulas no convento e estava na hora do meu terceiro ano. A minha aula começou com aquela animação e entusiasmo de sempre e que caracteriza a minha rica turma.

 

Fizémos a nossa oração, em inglês, claro está, e eu iniciei o plano de aula. Após explicação da matéria, mandei os meus ricos alunos fazer alguns exercícios do livro de actividades. E é aqui que a coisa se dá!

 

Estava eu debruçada sobre a secretária a tratar de alguma papelada quando me cai o queixo ao chão!

Nem queria acreditar no que tinha visto. Então não é que a mão do meu aluno-com-nome-bíblico fez uma coisa daquelas?!? Sim, uma “torre Eiffel”, ou um monumento do Parque Eduardo Sétimo, ou… bom, o que queiram chamar. Pois, aquele gesto… fálico.

 

Mas o pior é que o puto está sentado numa mesa colada à dos profes. Será que pensava que eu não via?! Ou arriscou o pescoço de propósito?! Foi uma contracção muscular involuntário dos dedos indicador e anelar?! O que é certo é que o fez… e se o fez foi apanhado aqui pela “je”.

 

Ao ser confrontado com tal obra de arte, o dito-cujo ainda teve a lata de dizer que não tinha tido o tal problema digital, que tinha feito outra coisa – inventada ali à pressão – e que a teacher é que tinha visto mal. Ahahahahahah! Grande lata! E mais… o gesto foi dirigido a uma menina. Será que lhe estava a fazer uma proposta indecente?! É que eu já acredito em tudo, com a precocidade destas crianças. Quem sabe se não era já uma combinação para daqui a uns anitos?!

 

Quanto mais aulas dou, mais gosto de ser teacher… quanto mais não seja para apanhar insólitos destes…